Sustentabilidade: confira 6 benefícios

Pensar nas ações dos seres humanos e como as empresas se comportam em relação ao meio ambiente é um assunto bastante discutido atualmente. Com a diminuição de recursos naturais e os avanços climáticos, colocaram em pauta a sustentabilidade

A urgência da adoção de hábitos sustentáveis que tragam menos prejuízos é notável entre a população de todos os países, bem como lares, escolas e empresas, uma vez que todos fazem parte dessa discussão que afeta o mundo inteiro.

Pensando nisso, este artigo vai explicar o que significa esse termo, qual a sua importância nos impactos do dia a dia, além de trazer sugestões sobre hábitos sustentáveis que causem menos agressão à natureza. Acompanhe!

Sustentabilidade: do que se trata?

Tudo o que o ser humano produz é feito com base em recursos naturais oferecidos pela natureza. Com o passar do tempo, foi-se usando cada vez mais essas materiais sem que houvesse preocupação nas consequências que isso traria. 

É nesse contexto que surge o termo sustentabilidade, que diz respeito ao consumo consciente de recursos, em que se pensa em um planeta saudável sem o uso abusivo dos mesmos.

É um equilíbrio de consumo para que tanto as pessoas como a Terra estejam preparadas para as próximas gerações. 

Isso porque pode não parecer, mas ser uma população não sustentável traz muitas consequências negativas para o planeta e para a própria sociedade. 

Os efeitos no clima já podem ser sentidos, além de que a falta de consciência para com o meio ambiente trazem consequências negativas, como:

  • Animais em extinção; 
  • Aumento da poluição;
  • Contaminação dos solos;
  • Prejudica a natureza.

Leia também: 5 vantagens de cursos online para quem trabalha com alimentos + BÔNUS

Com desperdícios, desmatamento e uso abusivo de recursos que a natureza oferece, os animais sentem o impacto. Vivendo calmamente em seus habitats, eles passam a encontrar dificuldades para encontrar alimentos. 

Em casos de desmatamento, muitos deles perdem os seus ninhos e locais para descanso, como sombra e água. Com esse danos, algumas espécies não conseguem sobreviver e podem ser extintas, ou seja, nunca mais vistas. 

Além disso, há um aumento da poluição, uma vez que o uso de produtos tóxicos por indústrias que são expelidos tornam-se os responsáveis por contaminar o ar, o que prejudica a respiração. 

A análise química ajuda a revelar a condição do ar e, desse modo, pode-se identificar atividades inadequadas praticadas pelas fábricas.

Nesse sentido, a poluição é algo que também pode ser observada visualmente, principalmente nas grandes cidades e capitais. Em casos extremos, nessas cidades acontece o fenômeno chamado chuva ácida. 

Devido a alta concentração de dióxido de carbono (CO2) na atmosfera, o número da acidez se eleva, o que ocasiona esse fenômeno que prejudica o solo, bem como a vegetação. Além disso, as águas podem ser poluídas e rios de outros lugares afetados. 

Sendo assim, esse fenômeno não atinge somente o local onde há a liberação dos gases, mas também lugares mais distantes. Por isso, soluções de reabilitação urbana com foco em áreas centrais podem ser uma das soluções para diminuir a emissão. 

Além disso, a falta de cuidado com os dejetos também são uma preocupação para a contaminação dos solos. Quando isso ocorre, percebe-se que o solo diminui a sua produção e torna-se infertil. 

Desse modo, uma das principais atividades feitas para manter a sobrevivência da população é afetada, afinal, há dificuldades para se encontrar um terreno fértil que permita a utilização para plantio. 

Além disso, para se recuperar um solo são usadas técnicas demoradas, podendo levar até anos para conseguir que a terra reaja aos procedimentos, precisando ser aplicado fertilizante mineral complexo para ajudar no processo. 

Por fim, a mais prejudicada é a natureza, que sofre com suas terras contaminadas, com queimadas, mal uso dos recursos, dentre outros fatores que colaboram para que ela demore para se recuperar.

Assim, fica claro como a falta de sustentabilidade afeta tanto os seres humanos como a natureza, e o mal comportamento de um país também afeta os outros, isso porque o ar é compartilhado, portanto, os problemas climáticos, por exemplo, são sentidos por todos. 

Quais benefícios a sustentabilidade promove? 

Tendo em vista que é uma necessidade do planeta que atividades mais ecológicas sejam realizadas devido a urgência do tema, hábitos tanto de vida pessoal quanto profissional precisam ser repensados. 

Por isso, existem métodos que podem ser adotados por empresas e pela sociedade, para uma rotina sustentável. Abaixo, acompanhe alguns benefícios:

1 – Preservação ambiental

Ser sustentável também é pensar no futuro das próximas gerações, por isso, visar um lugar seguro e agradável para todos é essencial. Garantir que nada seja desperdiçado e que o planeta seja preservado é importante para a qualidade de vida. 

Por isso, o maior benefício da sustentabilidade é a preservação ambiental. 

Para se adequar à nova realidade, são adotadas medidas que permitem o consumo consciente, assim, para uma empresa de móveis, uma opção é usar madeira plástica ecológica, ao invés de madeira comum. 

Atrelado a isso, também está o pensamento de restauração, ou seja, ao desmatar, é responsabilidade da indústria pensar em um modo de compensar aquela atividade. 

Leia também: Rastreabilidade e conservação da Mata Atlântica: Como a automação viabiliza o desenvolvimento sustentável

Assim, se o estabelecimento destrói um local para uma construção, ele realiza uma plantação de árvores em outro. 

Desse modo, tenta-se minimizar os impactos da modernização, de forma que o planeta não seja tão afetado, além de garantir que no futuro ainda se tenha flora e fauna, requisitos importantíssimos para a sobrevivência da humanidade.

2 – Redução de resíduos

Com esse novo conceito, o descarte do lixo também é repensado. Empresas procuram desenvolver embalagens que não agridam tanto o ambiente, bem como realizam a redução do uso de plásticos. 

Desse modo, todo o descarte passa a ser feito de modo adequado, considerando a possibilidade de reciclagem. 

O assunto já é muito debatido, mas muitas pessoas não têm consciência de como o descarte de equipamentos de informática incorreto pode ser prejudicial para o meio ambiente. 

A terra pode ser muito prejudicada com a decomposição desses equipamentos, que possuem elementos químicos que prejudicam o solo e o tornam inadequado para o plantio. 

Mesmo que diversas famílias não façam reciclagem, muitos já conhecem os seus benefícios. 

Além do mais, já é de conhecimento das políticas públicas a importância da discussão e, por isso, há um incentivo para que a população procure dar o destino correto para o seus resíduos. Por exemplo, lixeiras são espalhadas pela cidade e as discussões são ampliadas.  

3 – Respeito às leis ambientais

Com as definições de como as atividades devem ser feitas para que não se prejudique o planeta, surgem também leis que regulamentam as atividades e punem aqueles que não as seguem. 

Desse modo, com o ambiente de estudo adequado feito por especialistas, cada estado decide como as empresas devem se comportar em relação ao tema, para que a atuação naquele lugar seja apropriada. 

É dessa maneira que as empresas de engenharia ficam sabendo onde é permitido fazer construções ou não, por exemplo. Logo, torna-se mais fácil para órgãos públicos fazerem a fiscalização e garantirem que todos tenham atuações sustentáveis.

Leia também: Você já se deu conta de como rastreabilidade de alimentos é importante?

4 – Educação ambiental desde cedo

Faz parte da formação do ser humano pensar em uma educação que capacite as pessoas para terem hábitos sustentáveis que sejam harmoniosos com o planeta. Por isso, os pais e as escolas devem inserir o tema na formação das crianças. 

A nova geração deve crescer já com consciência sobre a importância da preservação ambiental, para os mais velhos que não puderam participar desse debate antes, a educação ambiental deve ser feita agora. 

Nesse sentido, para garantir sucesso, as empresas podem realizar treinamentos, palestras e oficinas para que os seus colaboradores sejam mais conscientes e multiplicadores desses ensinamentos. 

Assim, é garantido que os funcionários tenham mais conhecimento sobre como esses hábitos prejudicam a topografia terreno, por exemplo. 

5 – Ambiente saudável

Poluição, queimadas, solo contaminado, dentre outras questões prejudicam o bem-estar de uma sociedade que passa a consumir produtos cultivados em solos contaminados, além dos problemas de respiração que podem surgir. 

Muitas crianças e adultos sofrem com o ar que respiram e desenvolvem ou intensificam os seus problemas respiratórios. Desse modo, é preciso recorrer ao uso de medicamentos e em alguns casos ir até uma farmácia de manipulação florais, para aliviar os efeitos. 

Com práticas mais sustentáveis, pessoas e empresas podem promover um ambiente mais saudável, livre do surgimento de possíveis doenças.

6 – Diminuição de desastres naturais

É fato que grande parte dos desastres que acontecem são ocasionados pela ação inadequada dos seres humanos. Logo, já dissemos que uma sociedade sustentável pensa nas consequências para o planeta. 

Por isso, alguns desastres podem ser evitados, já que os desequilíbrios causados pelos humanos com os seus hábitos de degradação vão ser diminuídos.  

Conclusão

Ter uma sociedade que seja sustentável e que pense nos impactos ambientais é essencial para que as futuras gerações tenham um planeta saudável para viver. 

Portanto, tanto a sociedade quanto as empresas devem estabelecer rotinas que tragam o menor dano possível para o meio ambiente. 

A adoção de atitudes sustentáveis auxilia o planeta e também a saúde da população, que consegue ter uma qualidade de vida melhor. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe um comentário