Checklist de supermercado: entenda por que e como utilizar

Leia mais: Como prevenir quebras e rupturas em estoques de supermercados?   

A rotina de um varejo é intensa, com múltiplas atividades a serem cumpridas para garantir o bom funcionamento das lojas. Para que nada saia do controle, o checklist de supermercado é uma ferramenta indispensável!

Esse pode parecer um assunto simples, mas alguns critérios merecem atenção para que esse tipo de documento não confunda ainda mais os processos. É preciso organizar as informações do jeito certo, com campos predefinidos e instruções de preenchimento.

Além disso, a automação das coletas por meio de tecnologias especializadas é uma excelente solução para agilizar e qualificar dados sobre as operações.

Faça a leitura deste artigo e fique expert no assunto!


O que é um checklist para o varejo?

Um checklist operacional de supermercado é uma lista de verificação com todas as atividades envolvidas em um procedimento. A finalidade dele é assegurar a execução de todas as tarefas e facilitar a supervisão de gestores das operações. 

Trata-se de um instrumento que sustenta a padronização de processos em redes de varejo e que pode ter diferentes formatos, como:

  • formulário;
  • planilha;
  • checklist digital. 

Independentemente do modelo, a utilização assídua dessa ferramenta é o mais importante, respeitando os campos a serem preenchidos e a veracidade das informações. 


O que um checklist de supermercado deve conter?

Cada estabelecimento pode adequar os campos de checklists às suas necessidades, mas existe uma relação básica de dados recomendada. 

Portanto, podemos dizer que as listas precisam conter:

  • data;
  • unidade e departamento;
  • gestor responsável pela revisão;
  • itens que precisam ser verificados ou atividades que devem ser concluídas;
  • função da pessoa da equipe que deve fazer cada validação;
  • resposta sobre a situação de cada item;
  • campo para plano de ação, caso encontrado uma não conformidade;
  • espaço para observações.

Os campos acima são referências que não podem faltar para o bom andamento das atividades no dia a dia. 

 

Por que utilizar checklist nas rotinas da loja?

Manter checagens constantes de todas as operações varejistas melhora o controle, reduz consideravelmente a ocorrência de falhas e permite a comprovação de tudo o que foi feito em um cotidiano intenso e sujeito a diversos imprevistos.

Confira por que o checklist de supermercado é tão essencial para a sua gestão!


Processos padronizados

Depois de mapear e padronizar etapas, uma das maneiras de ter a certeza de que eles estão sendo mantidos enquanto a loja está em funcionamento é o registro em checklists operacionais


Redução de perdas e riscos

Deixar de cumprir uma simples atividade pode trazer consequências sérias para a qualidade das mercadorias. 

Isso impacta negativamente:

Por isso, o uso de checklists ajuda a validar todas as execuções e contribui para a prevenção de perdas no supermercado e diminuição de riscos. 


Gestão facilitada

A missão de liderar operações varejistas não é nada fácil. A gestão de supermercados envolve inúmeros detalhes, diversas equipes e exigências que precisam ser monitoradas diariamente. 

Informações de checklists de varejo transmitem aos gestores tudo o que eles precisam para monitorar as rotinas, encontrar gargalos e elaborar planejamentos com precisão


Treinamentos direcionados

Com pouco tempo disponível, é preciso otimizar os treinamentos de funcionários em supermercados. A revisão do checklist de supermercado faz com que gestores possam detectar ocasionais falhas de operação e possibilidades de capacitação dos profissionais


Repasse das atividades

Podemos afirmar, ainda, que os checklists facilitam a instrução das funções em loja. Pense em um funcionário que acabou de ser contratado: com uma lista de todas as tarefas, ele conseguirá aprender o que deve ser feito de forma muito mais rápida.


Serviço com mais qualidade e eficiência

A certeza sobre a realização de todas as tarefas é um pré-requisito para entregar produtos e serviços com mais qualidade aos clientes. E mais: os checklists otimizam as rotinas, levando à uma maior eficiência operacional.


Facilidade para automações

A automação de processos de um varejo se torna muito mais viável quando os checklists são estabelecidos. Com isso, a visão detalhada sobre os processos evidencia as oportunidades de aprimoramento com o uso de tecnologias especializadas.


>> Baixe aqui o Guia de Implementação de  Inspeção de Lojaspara Supermercados


Os 13 principais tipos de checklists para supermercados

As listas de verificação são aplicáveis a qualquer departamento, e veremos abaixo algumas especificidades de cada um dos principais tipos de checklists de varejo. Confira!


Gestão

O checklist de gerente de supermercado, assim como checklists de coordenadores e supervisores, precisa incluir todas as demandas que assegurem a gestão completa dos processos e, claro, das pessoas


Abertura de loja

Fazer todas as conferências antes de receber os clientes é primordial para que tudo esteja preparado ao abrir a loja. É quando devem ser revistos os seguintes detalhes:

  • uniformização;
  • segurança;
  • exposição;
  • precificação;
  • cartazes de ações promocionais;
  • funcionamento de todos os departamentos;
  • entre outros.

 

Frente de caixa

Focado no atendimento ao cliente, este é um checklist de supermercado com funções como:

  • utilização do uniforme;
  • limpeza do balcão;
  • exposição estratégica de produtos;
  • anúncio de promoções e programas de fidelidade;
  • retirada de produtos que tiveram desistência na hora da compra.


Operador de caixa

O checklist de operador de caixa precisa compreender etapas como:

  • funcionamento do sistema;
  • checagem das bobinas das impressoras;
  • disponibilidade de troco nas gavetas;
  • reposição de sacolas para embalagem das compras;
  • e assim por diante.

 

Limpeza

Este é um checklist com a finalidade de aferir a limpeza e organização do ambiente. Portanto, todas as áreas devem ser contempladas para que nada passe despercebido. A equipe responsável deve checar:

  • caixas;
  • corredores;
  • prateleiras;
  • padaria;
  • açougue;
  • peixaria;
  • banheiros;
  • estoque.


Manutenção

É comum que apareçam reparos de estrutura, infiltrações, prateleiras danificadas, equipamentos e diversas outras manutenções a serem feitas em loja. 

Para evitar que problemas assim se tornem grandes complicações, um checklist de manutenção pode ajudar a monitorar essas situações.


Recebimento de mercadorias e armazenamento

Receber e estocar produtos é uma etapa imprescindível para a qualidade dos itens vendidos em loja. Por essa razão, o checklist de inspeções é um dos mais relevantes nas operações. Inclua informações como:

  • data e horário do recebimento;
  • nota fiscal dos pedidos;
  • recalls;
  • aparência dos produtos;
  • prazo de validade;
  • entre outras.


Reposição de produtos

O checklist do repositor de mercadorias contém itens como:

  • contagem dos produtos;
  • organização das prateleiras;
  • verificação dos prazos de validade;
  • descarte das embalagens;
  • participação na organização do estoque.


Qualidade de produto na gôndola

Para manter o padrão de qualidade de tudo o que está nos corredores do supermercado, um checklist com esse objetivo abrange:

  • organização das prateleiras;
  • aparência das mercadorias;
  • reposição;
  • retirada de produtos danificados;
  • etc.


Hortifrúti

Uma das partes de um varejo alimentar que mais exige atenção é o hortifrúti. Porém, com um checklist bem detalhado, é possível trabalhar um bom layout e cuidar da conservação dos alimentos, reduzindo perdas e aumentando a qualidade do setor.

Verifique, por exemplo:


Padaria

As áreas de alimentos processados dentro do supermercado merecem cuidado redobrado. O checklist de padaria de um varejo deve contemplar tópicos como:

  • validade dos produtos;
  • funcionamento dos equipamentos;
  • uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs);
  • adequação às normas de manipulação de alimentos;
  • higiene;
  • organização das vitrines;
  • etc.


Açougue e peixaria

Carnes de qualquer tipo precisam de uma atenção especial para preservar a segurança e a saúde dos consumidores. Ações para eliminar riscos de contaminação devem ser levadas em conta, e um checklist destes departamentos precisa averiguar:

  • uniforme;
  • uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs);
  • exigências de higiene pessoal;
  • limpeza do local;
  • funcionamento dos equipamentos;
  • adequação às normas de manipulação de alimentos;
  • entre outros. 


Produtos refrigerados

Além de aspectos de exposição já vistos em outros checklists, mercadorias refrigeradas pedem cuidado redobrado. 

Os checklists de bebidas geladas, frios e congelados, por exemplo, não podem deixar de lado as checagens de temperatura, funcionamento e manutenção dos equipamentos. 


Como aplicar as checklists?

São duas as opções para implantar o uso de checklists nas operações varejistas: uma delas é fazê-los manualmente, imprimir tudo em centenas de folhas, tentar organizar arquivos e perder muito tempo caso tenha que realizar uma consulta. 

Aliás, você corre um grande risco de não encontrar a tempo a informação de que precisa!

Outro jeito de fazer isso é adquirir uma tecnologia para digitalizar as verificações, como o CLICQ. Esse tipo de solução agrega praticidade e agilidade às rotinas das equipes. 

Com checklists digitais, os registros são mais confiáveis, podem ser acessados a qualquer momento e passam a compor um histórico extremamente importante para o controle e a otimização das atividades. 

Sua gestão passa a contar com a compilação de dados em tempo real,  e os relatórios gerados serão um embasamento fundamental para a tomada de decisões no dia a dia. 

Então, para ficar a um passo de implementar uma ferramenta como o CLICQ, aproveite o Guia de Implementação de Inspeção de Lojas para Supermercados comece agora a organizar as atividades do seu supermercado:

>> Baixe aqui o Guia de Implementação de  Inspeção de Lojaspara Supermercados