Qualidade Total: conceitos da indústria para o agronegócio

Eu sei que você deve ouvir falar diariamente sobre gestão da qualidade total, mas efetivamente você sabe o que é Total Quality Management (TQM), traduzindo, Gestão da Qualidade Total (GQT)?

Quais os pontos analisar? Como melhorar? O que fazer? Nós da PariPassu, vamos te ajudar a entender melhor do que se trata.

Está sem tempo para ler? Que tal escutar o conteúdo deste post e entender quais são os conceitos da qualidade total na indústria para o agronegócio:


Muitas das metodologias, conceitos, filosofias de trabalho e ferramentas foram criadas na época de ascensão das grandes indústrias automobilísticas como a Ford, General Motors e Toyota.

Conceitos como a gestão da qualidade total, aplicados na montadora japonesa Toyota, pós Segunda Guerra Mundial, são utilizados até hoje por empresas de diversos setores e serão compartilhados aqui em nosso blog.

Nesse post vamos listar os principais termos e explicar brevemente cada um deles.

Gestão da Qualidade Total (GQT)

Conceito empregado na década de 1970 no Japão, pela montadora Toyota e que tem por objetivo a satisfação total do cliente, por meio da conscientização da qualidade empregada em toda organização (do chão de fábrica à alta gerência), incluindo os stakeholders (fornecedores, distribuidores e parceiros de negócio).

 

 

Melhoria contínua (Ciclo PDCA)

Também chamado de ciclo Deming, derivado de um dos gurus da qualidade, William Edwards Deming, o ciclo PDCA é uma metodologia que visa melhorar continuamente os processos e os produtos do seu negócio.

Confira abaixo, de forma simplificada,  as fases do ciclo:

  • Plan: planejar o que será feito;
  • Do: executar o que foi planejado;
  • Check:  verificar se o que foi realizado está de acordo com o planejado;
  • Act:  tomar uma ação para ajustar o que não está adequado

qualidade total
Ciclo PDCA

 

Programa 5S 

Com o propósito de atingir a Qualidade Total e buscar a melhoria contínua dos processos e produtos da empresa, o ambiente de trabalho deve estar organizado.

A metodologia do Programa 5S foi criada no Japão e cada S, em japonês, tem um significado diferente e indicam, cada um deles, uma etapa do processo de implantação. Seiri (Senso de utilização), Seiton (Senso de ordenação), Seisô (Senso de limpeza), Seiketsu (Senso de Saúde), Shitsuke (Senso de autodisciplina).

O objetivo da implantação dessa metodologia é aumentar a produtividade, por meio do bem-estar e organização do local de trabalho.

qualidade total

Programa 5S

Seguindo o conceito do GQT, as ferramentas da qualidade têm o objetivo de auxiliar na mensuração por meio de indicadores de desempenho, análise e identificação das causas de problemas para que ações de melhorias possam ser aplicadas.

No total são 7 ferramentas da qualidade mais utilizadas:

  1. Fluxograma;
  2. Diagrama de Ishikawa (Causa e efeito);
  3. Folha de verificação (Checklist);
  4. Diagrama de Pareto;
  5. Histograma;
  6. Diagrama de dispersão;
  7. Controle estatístico de processo (CEP).

Por fim, com um processo mais eficiente, colaboradores motivados e principalmente focados na satisfação do cliente, é possível alcançar um rendimento e garantir a qualidade do seu produto.

A Qualidade Total, em resumo, é isso: tudo deve estar em sintonia para que sua empresa esteja a frente no mercado.

São ações que demandam pouco investimento, cada um dos conceitos, metodologias e ferramentas que devem ser implementados na sua empresa, requerem esforço, persistência e principalmente método de todas as pessoas envolvidas nos processos, entretanto, trazem resultados significativos colaborando para o desempenho do seu negócio.

Continue acompanhando os posts para conferir o passo-a-passo e conhecer um pouco mais de cada um dos conceitos que farão a sua empresa atingir a Qualidade Total.

Nós da PariPassu separamos alguns conteúdos que você vai gostar, e desenvolvemos a Academia PariPassu, repleta de conteúdos para você dominar o mercado.