Programa RAMA: Como Funciona e Quais os Seus Benefícios?

Está sem tempo para ler? Então escute este áudio e fique por dentro!

Saudabilidade e segurança dos alimentos são requisitos exigidos e percebidos pelo consumidor sob responsabilidade dos elos que produzem e distribuem alimentos.

Responsabilidade solidária ou responsabilidade de ponta a ponta é uma realidade do ambiente contemporâneo, especialmente pela transparência gerada através do mundo digital.

O Programa de Rastreabilidade e Monitoramento de Alimentos (RAMA) surge como uma solução capaz de integrar produtor, distribuidor e supermercado na busca pelo incremento na adoção das boas práticas, a partir da identificação da causa raiz dos problemas.

Você sabia que os supermercados representam o principal canal para abastecimento dos lares? Em recente pesquisa realizada pela Associação Paulista de Supermercados (APAS), 89% dos respondentes confirmou que os supermercados continuam sendo o principal canal para abastecimento dos lares e, que um total de 57% dos consumidores opta pelos supermercados na hora de comprar frutas, verduras e legumes (FLV).

Sobre o Programa

O RAMA é um programa de rastreabilidade e monitoramento de frutas, legumes e verduras desenvolvido pela Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS) sob a operação técnica da PariPassu, com o objetivo de fomentar as boas práticas agrícolas, acompanhando as tendências mundiais do setor varejista na atenção à segurança dos alimentos oferecidos aos seus consumidores.

O Programa foi criado em 2012 e está alinhado à estratégia pública e privada para o desenvolvimento sustentável da cadeia de abastecimento. Conta também com o apoio da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) e do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

A adesão ao programa é voluntária e os supermercados participantes têm acesso  a um conjunto de informações que permitem a orientação e o desenvolvimento de seus fornecedores para a promoção e a comercialização de alimentos de qualidade, combinados a uma metodologia que utiliza ferramentas de tecnologia da informação para a gestão do conhecimento e qualidade do setor de FLV, tendo como base a rastreabilidade e o monitoramento dos alimentos no negócio supermercadista.

O Programa RAMA atende a necessidade de monitoramento de resíduos químicos, utilizando como referência os produtos definidos pelo Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos (PARA) da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), identificando a origem dos alimentos e regiões de produção. Os pilares do programa são:  

Programa de Rastreabilidade e Monitoramento de Alimentos

Quais os objetivos do Programa RAMA?

O RAMA tem por objetivo monitorar as frutas, verduras e legumes comercializados pelos supermercados, avaliando se estão dentro dos limites permitidos pela legislação e, quando identificada alguma não conformidade, inicia-se um fluxo de acompanhamento através de planos de ação com a intenção de apoiar a correção do problema.  Utilizando a informação da rastreabilidade e do monitoramento de resíduos químicos, é possível identificar a origem e o caminho percorrido pelo alimento bem como os possíveis pontos de melhoria na cadeia de abastecimento.

O RAMA promove o desenvolvimento colaborativo entre produtores, fornecedores e varejo, tendo como princípio o compartilhamento da informação.

Para facilitar o entendimento do desempenho do trabalho, o RAMA desenvolveu o conceito do INDEX RAMA, procurando compor o método utilizando as variáveis que podem de fato fazer diferença no resultado do Programa. O INDEX RAMA contempla os seguintes critérios:

Programa de Rastreabilidade e Monitoramento de Alimentos

Através do INDEX RAMA é possível identificar os melhores desempenhos e orientar as oportunidades de melhoria para produtores, distribuidores e supermercados.

Além do INDEX RAMA, na gestão do dia a dia dos supermercados e seus fornecedores, existe um painel (dashboard) onde é possível acompanhar os planos de ação, os resultados detalhados das amostras de resíduos químicos e a tendência dos resultados por produtor, produto e região.

Os fornecedores e os supermercados com os melhores desempenhos são reconhecidos na convenção da ABRAS durante a apresentação do Balanço RAMA. O Balanço RAMA acontece todos os anos e está em sua 4ª edição.

Mas o que tem motivado os supermercados a aderirem ao projeto?

O supermercado é corresponsável na garantia da segurança dos alimentos ofertados ao consumidor, devendo buscar fornecedores qualificados e que atendam às legislações nacionais vigentes, como a IN 02/2018, que trata da obrigatoriedade da rastreabilidade dos alimentos com a finalidade de monitorar e controlar os resíduos de defensivos de frutas e vegetais frescos destinados à alimentação humana em todo o território nacional.

Os varejos participantes do RAMA têm acesso a uma base de fornecedores e seu histórico de desempenho para os produtos monitorados, seguindo um modelo de cobertura coletiva, onde cada integrante realiza um número de análises condizente ao tamanho do seu negócio. Além do acesso aos resultados de suas análises, o supermercado também pode realizar um benchmarking, comparando o seu desempenho com o dos demais participantes, sempre preservando a identidade e confidencialidade das redes.

A PariPassu é a responsável técnica pelo programa RAMA, realizando coletas das amostras de frutas, legumes e verduras nos pontos de vendas e as direcionando para laboratórios credenciados onde são realizadas as análises. Posteriormente, os laudos emitidos são disponibilizados no Sistema de Acompanhamento de Resultados das Análises (SARA).

O SARA é o local de registro das informações onde os produtores e os distribuidores acompanham os resultados dos laudos. E, caso seja detectado casos de produtos acima dos limites legais, automaticamente é aberta uma notificação de não conformidade e gerado um plano de ação para que o responsável pela garantia da qualidade do supermercado e o fornecedor se conectem e iniciem um alinhamento de ajuste.

Quais são os Benefícios do programa RAMA?

Através do Painel de Monitoramento é possível consultar os resultados, de forma estratégica e ter um panorama dos resultados por UF, supermercado, fornecedor, produto e princípio ativo. É possível também acessar as informações de origem do produto analisado, local de coleta dos produtos analisados, gráficos e históricos de tendências dos resultados.

A base de dados, organizada e estruturada do Programa RAMA é uma fonte de conhecimento orientada para as boas práticas em todos os elos da cadeia de abastecimento e alimenta uma conexão saudável da produção a mesa do consumidor. O RAMA analisa 436 moléculas diferentes e acompanha o resultado criticando os resultados para evoluir. O desafio principal é gerar valor percebido pelo consumidor final.

Na imagem abaixo temos o número de amostras coletadas em 2018, os tipos de produtos amostrados e as regiões da coleta de amostras.

Programa de Rastreabilidade e Monitoramento de Alimentos

Durante o ano de 2018 foram realizadas 768 visitas, 948 treinamentos e 4.000 atendimentos. Este projeto beneficia todos os participantes da cadeia produtiva de FLV e gera aos consumidores produtos produzidos e comercializados com responsabilidade.

Desafio para o Futuro

O Programa RAMA representa atualmente uma das principais iniciativas do setor varejista relacionadas à segurança das frutas e vegetais in natura. As diretrizes do programa resultam não só no desenvolvimento da rede, mas também de toda a cadeia de abastecimento.

Como desafio, o RAMA que possui atualmente 56 redes varejistas, precisam expandir sua cobertura em território nacional para garantir a relevância do trabalho. A presença em todos os principais centros de distribuição de alimentos, permite maior cobertura e profundidade sobre a qualidade das frutas, legumes e verduras disponibilizadas ao consumidor.

Agora que você já conheceu um pouco mais sobre o programa RAMA, que tal conferir os dados do 4º balanço RAMA e conhecer os supermercados e fornecedores destaques deste ano, o próximo pode ser você!

Deixe o seu comentário

Artigos Relacionados

  • PariPassu

    Alimento com Propósito e a Rastreabilidade como agente de Desenvolvimento da Agricultura

    continue lendo
  • PariPassu

    Alimentos processados em supermercados: como garantir a segurança?

    continue lendo