Redução de perdas em supermercados: 5 dicas práticas

Por ano, os supermercados brasileiros perdem 7,6 bilhões de reais em produtos, segundo a Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS). Diversos tipos de perdas ocasionam esse prejuízo.

Prefere escutar o conteúdo? Clique no player abaixo e saiba 5 dicas de como reduzir as perdas no seu supermercado:

 

A PariPassu quer contribuir com a reversão desse quadro, e nosso time de especialistas reuniu neste artigo dicas infalíveis para redução de perdas em supermercados! Boa leitura e bons insights!

Prevenção de perdas: qual o impacto no varejo

A falta de iniciativas de prevenção de perdas em supermercados traz consequências financeiras e reduz o potencial de crescimento dos varejistas. Qualquer percentual de aumento na margem de lucro faz diferença!

Além disso, é preciso levar em conta que, sem medidas de identificação e de correção sobre as causas dessas perdas, é grande o risco de que o prejuízo não apenas se mantenha, mas que aumente ainda mais com o tempo.

O que fazer para reduzir perdas

Existe um conjunto de ações para redução de perdas em supermercados. Entre elas, podemos listar:

  • iniciativas com as equipes;
  • aquisição de recursos tecnológicos;
  • criação de um departamento com essa finalidade;
  • qualificação de fornecedores.

Porém, antes de tomar qualquer atitude, o mais recomendado é buscar meios de fazer diagnósticos precisos, que apontem as reais necessidades do seu negócio.

5 dicas práticas para redução de perdas em supermercados

Que tal conferir algumas sugestões do que pode ser feito para reduzir o descarte ou desvio de produtos na sua loja? 

Então, vamos a elas! 

 1 - Busque evidências

Você precisa de informações, e aqui vai a primeira dica para mudar a realidade da sua empresa: evite manter processos manuais, preenchimento de inúmeras planilhas isoladas e arquivos de papéis com todos os registros.

Hoje, existem maneiras mais práticas de coletar e armazenar dados. A automação do controle de qualidade no varejo potencializa a visibilidade sobre todos os detalhes que coordenadores, equipes e fiscais de prevenção de perdas precisam obter para tomadas de decisão!


 2 - Comece pela equipe

Há uma série de ações a serem tomadas para envolver os profissionais em um esforço coletivo em prol da redução de perdas. Por exemplo:

  • treinamentos e cursos de prevenção de perdas;
  • definição de metas atreladas a bonificações e participação em planos de ações;
  • comunicação e conscientização do time;
  • processos mais cuidadosos durante recrutamentos e seleção de profissionais.


Caso a loja não possua um departamento dedicado a esse objetivo, considere a ideia de eleger ou contratar um profissional para assumir o papel de fiscal de prevenção de perdas do seu supermercado.

3 - Revise os processos de toda a jornada dos produtos

Depois de averiguar quais podem ser as causas e tipos de perdas mais frequentes, são grandes as chances de que algum processo precise ser revisto ou aprimorado. Abaixo, entenda o que pode ser feito em cada um deles!


Gestão de estoque e inventários

Todo cuidado é pouco com a contagem certa e uma boa administração da entrada e saída de produtos. Falhas nessa logística podem gerar acúmulo ou falta de mercadorias, e isso reflete diretamente no índice de perdas.

Inventários frequentes podem evitar problemas como o estoque virtual e resolver inconsistências nas contagens. Pratique um  controle de estoque eficiente.

Fiscalização

Falamos anteriormente sobre a nomeação de um fiscal de prevenção de perdas na equipe. As demandas a seguir podem ser assumidas por essa pessoa — o que seria o mais indicado —, ou incluídas no dia a dia das equipes.

É essencial acompanhar eventos e detalhes como:

  • temperatura de refrigeração dos equipamentos (balcões, geladeiras, ar condicionado e afins);
  • cumprimento dos planogramas e avaliação das gôndolas;
  • conferência do lixo descartado, para que não haja irregularidades;
  • contagem de itens estocados e atenção com os que estão sem movimentação;
  • identificação de produtos próximos à data de vencimento para criação de estratégias que impulsionem as vendas;
  • acompanhamento de todos os recebimentos de mercadorias;
  • alinhamento de padrões de qualidade com fornecedores. 

Todas as etapas atravessadas pelas mercadorias devem ser criteriosamente fiscalizadas. Quanto mais eficiente for essa prática e mais rápidas forem as correções, menores serão as perdas.

Auditorias de loja

Como você faz para acompanhar o desempenho de cada departamento no seu supermercado? Se a sua resposta não for a partir de indicadores e de avaliações com checklists digitais, devemos informar que sua loja precisa se modernizar e aperfeiçoar esse processo.

Sistemas especializados processam dados em tempo real e estabelecem um ranking para comparar a situação atual de cada parte do varejo. Assim, é possível detectar quais deles estão em conformidade com os padrões exigidos e quais têm algum ponto de melhoria. 


4 - Desenvolva seus fornecedores

Um supermercado deve se preocupar com o desenvolvimento de fornecedores. Quando toda a cadeia trabalha com foco em qualidade, todos tendem a ganhar. 

Aproxime-se dos seus fornecedores e estabeleça uma relação de parceria! Com mais cuidado e cumprimento dos requisitos no trajeto das mercadorias, os produtos terão mais qualidade.

Ao reconhecerem a qualidade do que é oferecido, os consumidores irão comprar mais, e isso refletirá em um ciclo promissor para todas as partes! 

Para assegurar essa qualidade e apontar as medidas necessárias para alcançá-la, inspeções de recebimento, acordos e supervisão de todas as exigências alinhadas devem ser cumpridos com regularidade!

5 - Invista em tecnologia

Comentamos algumas vezes ao longo deste texto, mas nunca é demais reforçarmos o quanto a tecnologia é uma aliada para a eficiência de qualquer plano de ação! Essa é a principal dica, pois pode influenciar toda e qualquer medida para redução de perdas em supermercados. 

Segundo a pesquisa da ABRAS, 92% dos supermercados apostaram em recursos tecnológicos para coleta de dados em 2020. Foi a solução mais procurada pelas empresas do setor. 

Se você quer saber mais sobre como as ferramentas certas podem proporcionar agilidade aos seus processos e melhorar os seus resultados, aproveite para conversar com um de nossos especialistas!

Ou confira mais materiais imperdíveis da PariPassu para impulsionar sua lucratividade e levar boas ideias para o seu negócio:

Conheça nosso combo de cursos sobre exposição do hortifrúti e fichas técnicas para padronização dos produtos!