Fornecedores de Alimentos para Supermercados: como encontrar o ideal

Escolher bons fornecedores de alimentos para supermercados não é uma tarefa fácil. Até porque, no contexto do varejo, não estamos falando apenas de encontrar o melhor preço. É preciso avaliar condições e qualidade da entrega e dos produtos, facilidade na negociação, atendimento ao padrão de qualidade do seu negócio e muito mais!

Prefere escutar o conteúdo? Clique no player abaixo e saiba como encontrar o fornecedor de alimentos ideal para o seu supermercado:

 

Todos os fatores citados acima são importantes para uma boa operação da sua empresa e também entregar uma experiência ao consumidor digna do seu estabelecimento. Para entender melhor como encontrar o fornecedor ideal e acabar com a alta rotatividade, leia este post com atenção.

Por onde começar a gestão de fornecedores de alimentos para supermercados?

Antes de sair por aí buscando listas de bons fornecedores ou conversando com parceiros, você precisa entender o seu processo e o seu padrão de qualidade. Afinal, os produtores e distribuidores precisam se adequar ao seu negócio.

Abaixo separamos algumas dicas para auxiliar na construção (ou otimização) dos processos de recebimento e também sobre o controle de qualidade. Afinal, esse procedimento é uma via de mão dupla, ambos, varejo e fornecedor, precisam trabalhar em conjunto para executar o recebimento de forma correta.

Processos de recebimento

O recebimento de mercadorias precisa ser sempre acompanhado minuciosamente por profissionais qualificados. Dessa forma, você reduz as perdas e diminui exponencialmente a possibilidade de falhas acontecerem durante essa atividade. Em outras palavras, você diminui os riscos de perder dinheiro nesse processo.

  • Reserve um local adequado

Pode parecer óbvio, mas destinar um local estratégico e adequado para o recebimento dos alimentos é essencial. Afinal, o lugar precisa ser grande o suficiente para estacionar os veículos dos fornecedores e, de preferência, não atrapalhar os clientes.

Além disso, o local deve ser limpo e possibilitar acesso rápido ao estoque e refrigerados. Alguns produtos precisam ter um manuseio específico e não gostaríamos de perdê-los no recebimento, correto?

Sabemos que nem todos os mercados têm capacidade de destinar um local específico para isso, como é o caso de mercearias e minimercados. Nestes casos, utilize o estacionamento de clientes, mas em um horário de baixo movimento ou até mesmo fora do horário de abertura. (Considere que os valores de frete podem mudam e seus funcionários precisam receber hora extra para esse trabalho!)

  • Tenha profissionais qualificados para o recebimento

Esse é um processo muito importante para deixar na mão de colaboradores não treinados. O ideal é que você treine uma equipe de funcionários que fique responsável por esse processo. Ou seja, essa equipe irá acompanhar todo o procedimento, certificando que os produtos estão adequados e que serão armazenados da melhor forma possível.

A checagem dos produtos pode ser uma tarefa bem demorada, pois deve ser realizada com cautela. A equipe (ou funcionário) responsável por esse trabalho deverá ter um processo padrão a ser seguido. Geralmente, ele é realizado por meio de checklists!

Dessa forma, os responsáveis precisarão apenas conferir se os parâmetros estão conforme ou não e dar o destino adequado de acordo com o processo previamente estruturado.

Controle de qualidade

Não entraremos em detalhe sobre o conceito de qualidade e como aplicá-lo na sua rotina, caso queira saber mais a respeito, recomendamos a leitura deste blogpost:

- 5 passos para implantar o Controle de Qualidade no setor de alimentos

No entanto, existem alguns requisitos mínimos que você precisa saber, são eles:

  1. entenda o que é qualidade para o seu supermercado;
  2. quais são os requisitos avaliados para cada alimento;
  3. faça checklists para o processo ser padronizado;
  4. mensure os resultados e aplique melhorias, caso necessário.

No caso de alimentos, o controle de qualidade precisa ser um pouco mais rígido, abrangendo todo o processo de produção. Ou seja, desde as sementes, até a entrega para o cliente final!

A Rastreabilidade é uma ferramenta poderosa para garantir essa segurança. Inclusive, isso pode (e deve) estar nas exigências dos seus fornecedores. Afinal, existem normativas que obrigam a rastreabilidade em supermercados. Isso tudo, sem contar que facilita muito na busca de bons fornecedores de alimentos para supermercados. Afinal, você tem o registro e todo o histórico do produto que está sendo adquirido.

Feito isso, ajustado todos os processos no seu supermercado, podemos partir para as exigências e como achar esses produtores qualificados. Vamos lá?

Afinal, como encontrar bons fornecedores de alimentos para supermercados?

Agora que você já tem tudo estruturado, faça uma última pergunta: quais são as necessidades do seu negócio?

O que você precisa é:

  • quantidade?
  • tempo de entrega?
  • valores baixos?
  • custo/benefício?

Isso vai deixar mais claro o que você precisa negociar e o que é inegociável para o seu supermercado. Tenha em mente que um bom produtor para o mercado vizinho, nem sempre é o melhor produtor para o seu!

Um bom fornecedor é aquele que consegue atender às suas demandas, sejam elas quais forem.

04 dicas para encontrar bons fornecedores

01 - Feiras e eventos

Esses ambientes são perfeitos para você conhecer outros profissionais, fornecedores e fazer boas conexões.

São locais propícios para esse tipo de troca, inclusive algumas pessoas vão apenas com esse objetivo. E vale destacar que os negócios formados em feiras e eventos têm os seus pontos fortes. Afinal, são pessoas que estão lá com vontade de crescer e buscando interagir com outras pessoas.

02 - Fornecedores locais

Se o seu foco é buscar produtores que entregam os produtos com agilidade e rapidez, provavelmente aqueles que estão mais perto de você serão os que têm tempo de entrega mais rápido.

Mas lembre-se de ter cautela, não é porque o tempo de entrega deste produto ou distribuidor é bom, que o seu produto é de qualidade. Leve em consideração todos os pontos que definem a qualidade no seu supermercado.

03 - Procure na internet

Outro destaque para entender a reputação do fornecedor, é buscar o nome do produtor nos motores de busca. Veja os relatos de outros clientes, ligue para descobrir mais informações e interaja para ver como é o atendimento de cada um.

Aqui vai uma dica muito importante: olhe além da primeira página do Google! Muitos fornecedores de alimentos para supermercados não ligam ou não conseguem fazer uma presença digital forte. Mas isso não significa que os seus produtos são ruins.

Evite julgar aqueles com o site com a estética não tão agradável, dê uma chance e converse com os produtores.

04 - Não dependa somente de um fornecedor

Com a internet você tem um mundo de possibilidades nas mãos, não tenha pressa para achar os fornecedores ideais para você.

Mesmo que encontre os produtores ou distribuidores adequados, imprevistos acontecem e situações inesperadas podem descarrilar a sua operação. Tenha pelo menos dois bons fornecedores e deixe claro a situação para eles, comunicação com os fornecedores nunca é demais.

Conclusão

Essas dicas vão te ajudar a escolher os melhores produtores, distribuidores e indústrias para que o seu mercado tenha uma vantagem competitiva perante a concorrência. Mas lembre-se que também existem tarefas a serem cumpridas por você, os seus processos e controle de qualidade precisam estar em dia e calibrados para uma operação saudável.

Otimizar a operação interna do seu negócio vai ajudar a reduzir os custos e oferecer somente produtos de qualidade para o cliente final. Todos esses fatores somados, trarão uma maior lucratividade para o seu supermercado!