Indicadores de prevenção de perdas: como monitorar com agilidade

Leia mais: Como prevenir quebras e rupturas em estoques de supermercados?   

Perder produtos no varejo, supermercados e atacados, é sinônimo de prejuízo. A solução é prevenir-se e promover ações de antecipação para reverter impactos financeiros negativos. Porém, só é possível agir com eficácia se existirem maneiras de medir toda essa perda e entender possibilidades de otimizar processos. E essa medição se faz através de indicadores de prevenção de perdas!

Você sabe quais são eles?

Prefere escutar o conteúdo? Clique no player abaixo e entenda como monitorar os indicadores de prevenção de perdas:

 

Este é o tema que vamos abordar ao longo deste artigo. Se quiser ler mais sobre como diminuir as perdas do seu negócio, recomendamos também:

Agora, para entender a fundo como deixar de perder produtos perecíveis e ganhar mais dinheiro com controle de qualidade, prossiga com a leitura e aproveite o conteúdo!


Como fazer o controle de perdas no varejo

Não há outra forma de controlar as perdas em supermercado que não seja ter conhecimento sobre seus diferentes tipos e sobre o porquê de estarem acontecendo. Os produtos podem estar suscetíveis a avarias, deterioração ou desvios em qualquer etapa durante sua movimentação em loja:




Por isso, é necessário monitorar indicadores. Veremos a seguir como fazer isso de forma eficiente! 


Quais são os principais indicadores de prevenção de perdas

É por meio de indicadores que gestores de prevenção de perdas e coordenadores de qualidade podem obter visibilidade e propor ações de tratamento, evitando prejuízos

Confira, na sequência, o que não pode faltar nas mensurações da sua loja e saiba como ganhar dinheiro com um maior controle de qualidade!

Motivos mais recorrentes de perdas de perecíveis em supermercados

O que mais leva à perda de produtos no seu supermercado? Essa é uma informação crucial para determinar planos de ação para revertê-las. Há uma gama ampla de possibilidades, como:

  • itens vencidos, danificados ou com alguma avaria;
  • dados desatualizados sobre vendas e quantidade em estoque;
  • inventários insuficientes ou imprecisos;
  • falta de orientação e treinamentos para a equipe;
  • informações deficitárias ou equivocadas sobre todos os processos (recebimentos, movimentação em loja, checkout, etc.);
  • má gestão dos fornecedores;
  • furtos externos ou internos;
  • ausência de controle no uso de produtos em departamentos internos, como padaria e cozinha. 

Identificar o porquê das perdas em cada departamento é imprescindível, e essa resposta só pode ser obtida a partir de dados. Portanto, tenha as ferramentas certas para poder investigar!

Percentual de perdas por categoria e por item

As categorias e itens com índices de perdas mais altos são um bom indício na busca por soluções. Vamos entender melhor com um exemplo.

O levantamento anual da Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS) apontou que, em 2021, as maiores perdas em quantidade e valor foram da categoria “Mercearia doce”, ambas lideradas por chocolates em barra ou tabletes. 

Isso pode ser um indício de má refrigeração, falta de cuidados no manuseio do produto (ocasionando barras quebradas, por exemplo), erros de estoque ou ainda de desatenção com datas de vencimento.

Cabe a cada supermercado averiguar qual é o problema que acontece no estabelecimento, cruzando informações com dados obtidos em:

Isso deve ser feito caso a caso no seu varejo.

Um alto nível de supervisão na totalidade dos processos influencia a disponibilidade de produtos em loja e reduz riscos de contaminação, evitando impasses com a fiscalização de órgãos como a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

A PariPassu oferece cursos visando o aperfeiçoamento de toda a cadeia produtiva, e uma das opções disponíveis ao varejo é direcionada justamente a práticas para conservação e exposição do hortifrúti. Você pode conferir abaixo:

Inscreva-se: Exposição do Hortifrúti: como manter a durabilidade e Qualidade dos vegetais in natura


 Valor em perdas por categoria e por item

Quanto sua loja está perdendo com o descarte ou furto de cada tipo de mercadoria? 

Esse é um valor fundamental para o equilíbrio financeiro dos planos de ação propostos. Ao saber o quanto se perde, é possível justificar o investimento em iniciativas para melhorias.

Uma dica importante: lembre-se de sempre pensar a médio e longo prazos! Essa é a verdadeira conta que vai revelar o potencial de retorno das medidas de prevenção de perdas no varejo


Relação entre valor total das perdas e faturamento no período

Este é o indicador de prevenção de perdas que vai retratar o total do impacto financeiro das perdas sobre o quanto o supermercado faturou

Assim como o valor em perdas por categoria e por item, ele também representará um argumento essencial para definir verba e ações de correção.

Acuracidade do inventário

A periodicidade de contagem dos produtos é imprescindível para manter um bom controle sobre o giro de mercadorias em loja. Os inventários têm a finalidade de apurar a coerência entre os recebimentos, saídas, quantidades em exposição e em estoque. 

Por isso, sustentar indicadores altos de acuracidade é um ótimo sinal! Um dos segredos para alcançar esse resultado é realizar inventários rotativos em vez de completos. É uma alternativa que aumenta a frequência das avaliações para detectar perdas com mais agilidade.


Como o CLICQ contribui para monitorar as perdas

Conhecer os indicadores de prevenção de perdas e fazer alguns registros no dia a dia não é o suficiente para o sucesso de uma estratégia de prevenção. O êxito só será alcançado se houver rapidez, tanto nos diagnósticos quanto nas decisões!

O CLICQ é um sistema especializado para automação no controle de processos de qualidade. Ele facilita o acompanhamento de todos os indicadores citados acima a partir de funcionalidades como checklist digital, compilação dos dados e padronização dos procedimentos.

As rotinas se tornam muito mais ágeis, sustentáveis e precisas, dispensando registros em papel e possibilitando aos colaboradores o preenchimento de informações pré-configuradas. A era das suposições acabou!

Outra vantagem é a integração entre lojas, filiais e departamentos, favorecendo a execução de planos de ação em conjunto e de forma harmônica, alavancando os resultados do negócio

Todos esses benefícios de uma tecnologia refletem em eficiência operacional e aumento da lucratividade

Então, não perca mais tempo, nem dinheiro! Fale agora com o time de especialistas em qualidade da PariPassu e mude a realidade do seu varejo: