O que a sua empresa ganha investindo na Gestão de Fornecedores?

POR PariPassu

Se você não pode ler, que tal ouvir este artigo? Clique no player abaixo e experimente!

Quantidade, qualidade, prazo e preço, esses são atributos que toda empresa busca de seus fornecedores. Conhecê-los e saber quais deles oferecem produtos com características favoráveis ao seu negócio pode ser uma grande vantagem competitiva.

Implantar processos de inspeções e de monitoramento, e comparar estes resultados de maneira periódica com auxílio de indicadores, ajuda  sua empresa a caminhar em direção aos objetivos definidos pelo Sistema de Gestão da Qualidade.

Quando se entende que esse tipo de estratégia apoia o crescimento da organização,  o gerenciamento das compras passa a ser incorporado como parte imprescindível  à entrega de um produto satisfatório ao cliente. Veja pontos relevantes:

1. Qualidade: Comprar melhores produtos!

Você pode avaliar seus fornecedores sob critérios relativos à qualidade através da análise de documentações, exigências fiscais e qualificações técnicas dos produtos. É importante não analisar apenas a qualidade mínima esperada na compra, mas, também, outros padrões de qualidade que o fornecedor pode oferecer, como um diferencial.

Realizar Inspeções de Recebimento nas suas mercadorias, com a utilização de fichas técnicas, é uma forma fácil e padronizada de avaliar a qualidade dos produtos recebidos. Além disso, adquirir produtos de qualidade significa evitar uma potencial quebra na área de venda por motivos de falta de qualidade, justamente por isso é interessante buscar fornecedores que reconheçam suas deficiências e estejam dispostos a implantar programas de melhoria contínua.

2. Preço: Melhores condições de negociação

Além da qualidade dos produtos, o preço é sempre um fator de decisão na hora da compra. Os fornecedores que entregam os menores preços nem sempre são os que entregam a melhor qualidade.

Para buscar o “melhor”, e não o menor, preço é importante analisar – através das inspeções de qualidade, por exemplo – qual fornecedor oferece o melhor custo-benefício, possibilitando a negociação e a conquista de preços  mais competitivos. Ou seja, o percentual de desconto que é conquistado na negociação supera o potencial risco de descarte e ruptura na gôndola?

3. Rastreabilidade

A rastreabilidade também se destaca para uma gestão de fornecedores por ser uma ferramenta confiável e eficiente de acompanhamento de pedidos. Identificar as origens e destinos dos insumos e produtos comercializados é uma forma de dar segurança e transparência às informações, facilitando respostas rápidas e precisas em casos de recall, por exemplo.

4. Transparência e Confiabilidade

É importante que fornecedores e compradores trabalhem de maneira conjunta na busca de soluções que tragam vantagens competitivas a ambos. O fornecedor deve ser confiável e ter uma reputação sólida, bem como uma saúde financeira estável, ou seja, uma confiabilidade relacionada ao cumprimento do pedido, regularidade na entrega e saúde financeira para acompanhar os prazos de pagamento.

Fornecedores que comprovem sua conformidade com legislações e tenham certificações de qualidade, demonstram seu comprometimento com a qualidade e com a transparência com seu cliente varejo e com o consumidor final. Assim como os compradores incentivam a entrega desses produtos, exigindo qualidade e certificações.

Na prática

Para conseguir analisar de forma concreta os pontos citados acima, é preciso ter informações que permitam uma análise clara e rápida. Indicadores de desempenho auxiliam esse processo, permitindo que você analise quais os fornecedores  entregam o maior volume, relacionado à qualidade desses produtos e dos descartes.

Veja este exemplo:

Esse gráfico mostra a relação entre o volume que cada um dos fornecedores entrega e  a sua nota de avaliação – baseada em critérios de qualidade, preço, rastreabilidade e confiabilidade. A partir  desse indicador, podem ser feitas algumas seguintes análises, por exemplo:

a) O fornecedor Mini Frutas tem volume de entrega e nota de avaliação baixas. Por isso, dependendo da representatividade dos produtos deste fornecedor em seu faturamento, pode ser interessante reavaliar a necessidade de seguir comprando desta empresa.

b) A Fazenda da Sara entrega um alto volume de produtos, porém sua nota de avaliação é muito baixa. Atuar junto a este fornecedor para melhorar sua qualidade pode impactar significativamente na qualidade dos produtos entregues ao cliente final e evitar uma quebra de volume elevado.

c) “Frutas do Sul” representa o fornecedor ideal, uma vez que o volume entregue é tão alto quanto suas notas de inspeção, ou seja, provavelmente sua representatividade no faturamento  está aliada a produtos entregues com alta qualidade.

Depois de conhecer e entender quais são os pontos fortes e fracos dos seus fornecedores, passa-se ao momento de analisar quais serão as ações tomadas para desenvolvê-los, para que possam entregar produtos dentro do padrão esperado e nos prazos estabelecidos.

Fornecedores e compradores quando estabelecem um canal de parceria, em um trabalho conjunto, na busca de melhores soluções, encontram vantagens competitivas. A ausência de uma Gestão de Fornecedores estruturada compromete o funcionamento da sua empresa, traz o aumento de custos e prejudica sua imagem perante o consumidor final.

Esses elementos compõem uma estratégia importante para garantir o crescimento sustentável do varejo em alinhamento com a capacidade e qualidade de entrega dos fornecedores, visando o atendimento dos clientes com qualidade e segurança. Analisar indicadores de resultado das avaliações de fornecedor dá as informações necessárias para definir planos de ação e oportunidades de melhoria.

+ Conteúdos

Para ajudar você e a sua empresa, elaboramos um eBook sobre Controle de Qualidade e Rastreabilidade de Alimentos para baixar basta Clicar Aqui!

 

Deixe o seu comentário

Artigos Relacionados

  • PariPassu

    10 fatos que você precisa saber sobre rastreabilidade de produtos

    continue lendo
  • PariPassu

    A Rastreabilidade pelos olhos de José Luiz Tejon Megido

    continue lendo