3 dicas imbatíveis para um controle de estoque eficiente

POR PariPassu

O controle de estoque é importante para todo tipo de empresa por ser responsável pelo monitoramento do fluxo de entrada e saída de materiais. É também um dos pilares fundamentais em diversas etapas da cadeia de suprimentos por armazenar não só o produto final, mas também insumo e matéria-prima para a base da produção.

Existem diferentes tipos de estoque e saber o modelo de armazenamento adequado às necessidades do seu negócio colabora para a gestão do controle de estoque.

Os tipos de estoques mais comuns na cadeia de suprimentos são:

  • Matéria-prima e componentes prontos para utilização na produção;
  • Produtos ainda não acabados, mas que estão sendo produzidos;
  • Produtos finalizados, são aqueles prontos para venda e consumo;

Para te ajudar, listamos 3 dicas imbatíveis para que sua empresa possa gerar mais oportunidades de negócios.

Check list para prevenção de riscos

A aplicação de um checklist favorece a redução de erros na contagem de mercadorias, mostra com mais exatidão os produtos sem movimentação, produtos com maior circulação e auxilia também no monitoramento de data de validade, contribuindo para prevenção de perdas e a qualidade da gestão do estoque.

Neste check list deve conter informações como:

  • Data da entrada e saída de materiais do estoque;
  • Quanto tempo a mercadoria permaneceu armazenada;
  • Qual o período(semanal/mensal) e volume de produtos solicitados.

As informações obtidas com o apoio de um checklist possibilita uma análise mais criteriosa para identificação de possíveis riscos.

Automação para um controle de estoque mais seguro

Implementar um sistema de rastreabilidade pode contribuir em uma operação eficiente de gestão da qualidade e controle de estoque. A rastreabilidade permite identificar todo o caminho percorrido por um determinado produto e pode ser considerada como uma vantagem competitiva, uma vez que garante a transparência e a segurança das informações relativas ao produto, desde a produção até a venda.

Além disso, um sistema de rastreabilidade integrado a gestão contábil e financeira permite um controle de estoque mais seguro, pois garantirá que as informações como dados dos clientes, quantidades de produtos e valores contidas em notas fiscais (NFs) sejam mais precisas, eliminando a possibilidade de falha humana e agilizando a operação de vendas.

Controle de estoque eficaz para se destacar no mercado

Uma das maiores reclamações dos clientes é a falta de produto em estoque. Neste caso, a importância de controlar o armazenamento de um determinado produto que está em falta nas empresas concorrentes traz vantagens competitivas, aumento das vendas e fidelização de clientes.

Para evitar as rupturas de estoque, revise os cadastros dos itens existentes no estoque, monitore os prazos de entregas dos fornecedores, faça um relatórios da falta de produtos e tenha sempre um segundo plano estratégico caso falte insumos.

Se a falta de produto é ruim, imagina o excesso, estes cenários podem comprometer o desempenho do negócio. Um produto parado em estoque significa capital sem fluxo e esse não é um contexto interessante.

Um dos grandes desafios organizacionais é lidar com o acúmulo de mercadorias. Isso pode  acontecer quando as informações sobre o volume de produtos descritos no inventário são incertas. Por exemplo, no estoque contém dez itens, mas no inventário constam somente seis itens, desta forma, ao verificar o inventário o gestor entenderá que se faz necessário a compra de mais produtos para reposição, quando na verdade não há.

O excesso de mercadorias também acontece quando a comunicação interna não está integrada entre estoque e setores pertinentes, como vendas, por exemplo.

Imagine que uma venda acaba de ser fechada, mas o item vendido em questão está em falta no estoque e essa informação não foi repassada para a área de vendas ou a mesma não verificou com o estoque se havia disponibilidade da mercadoria.

Como explicar para o cliente que a mercadoria comprada por ele será entregue com atraso?

Este caso reflete a desorganização da empresa em seus processos logísticos. Por isso, conferir em tempo real o estoque e também o inventário é fundamental. Evite surpresas!

Dica bônus!

A nossa dica bônus traz para você dois recursos infalíveis que irão te auxiliar no processo de controle de estoque. Confira!

Método PEPs

PEPS significa Primeiro a Entrar, Primeiro a Sair.

Quando um produto é retirado do estoque, prioriza-se mercadorias que chegaram primeiro e as que chegaram por último, saem por último. Isso reduz a perda de insumos e garante que os novos produtos não sejam vendidos antes daqueles foram armazenados primeiro.

Ciclo PDCA  (Plan, Do, Check e Act), mais conhecido como ciclo de Deming, uma ferramenta estratégica empregada no controle de quaisquer processos do sistema de gestão da qualidade. O processo de controle de estoque com as 4 etapas do ciclo PDCA.

Veja como funciona:

Plan (Planejar): Planeje e defina os objetivos do controle de estoque baseando-se nos seguintes passos: Identificação dos problemas encontrados no seu estoque hoje e plano de ação que será adotado para correção.

Do (Fazer): Realize todas atividade listadas no plano de ação da etapa de planejamento.

Check (Verificar): Confira tudo o que foi planejado e compare para garantir que as atividades planejadas foram realmente realizadas.

Act (Ação): A ação será pautada no resultado conferido (na etapa check – verificar), é nesta etapa onde será observado se ocorreu alguma falha no processo de controle de estoque, se os problemas identificados na primeira etapa foram resolvidos e, principalmente, se o objetivos de controlar seu estoque foram alcançados.

Controle de estoque

Ter informações seguras sobre todos os processos do controle de estoque é indispensável para o bom andamento logístico da empresa e essencial para suprir às necessidades dos clientes.

Controlar e monitorar o desempenho das atividades no estoque trará mais qualidade aos processos e contribuirá no relacionamento da parceria comercial.

Gostou deste post? Então baixe agora gratuitamente o Kit completo de gestão da qualidade.

Deixe o seu comentário

Artigos Relacionados

  • PariPassu

    Avaliação de fornecedores: 2 excelentes métodos que você precisa testar

    continue lendo
  • PariPassu

    Os 6 mandamentos de uma inspeção de qualidade

    continue lendo