Como o Caderno de Campo pode ajudar o agronegócio

POR PariPassu

Apontar os manejos diários no Caderno de Campo traz eficiência no registro das atividades e colabora com a segurança do alimento. Uma gestão de produtividade agrícola eficiente deve se adequar ao tamanho de cada produtor para atender às necessidades específicas de cada propriedade, mas nós já falamos sobre isso aqui.

Agora vamos falar das necessidades que são comuns à qualquer produtor, independentemente do tamanho da propriedade ou do produto cultivado.

A gestão de estoque para insumos agrícolas, monitoramento do período de carência e a rastreabilidade desde a origem são pilares que apoiam na garantia da segurança do alimento e devem estar presentes em qualquer agronegócio que busca se desenvolver e melhorar continuamente.

Comece registrando o básico no Caderno de Campo

Não importa o tipo de cultura que você cultiva, os registros dos manejos no campo são fundamentais para uma gestão baseada em informações seguras.

Estes registros vão ajudar no atendimento às principais certificações de qualidade – como a GlobalG.A.P., por exemplo – e permitir resultados mais efetivos através de uma gestão integrada, uma vez que a partir dos apontamentos é possível gerar indicadores de desempenho e detectar os possíveis pontos críticos que devem ser controlados.

Analisando indicadores fica fácil entender, por exemplo, se insumos e recursos estão sendo empregados no local e na produção adequada e ainda, poder monitorar as variações que podem afetá-la. Os registros no Caderno de Campo e a análise de indicadores são os primeiros passos que o produtor precisa dar para fazer a gestão da produtividade agrícola.

Garanta o período de carência

Quando você já sabe quais insumos são utilizados para cada área e produção e consegue monitorar sua efetividade é hora de se preocupar em como melhorar e garantir a entrega de um produto seguro para o consumidor final.

Controlar o período de carência dos defensivos agrícolas aplicados nas culturas é uma das medidas primordiais que colaboram com a garantia da segurança do alimento. Monitorar as datas de colheita respeitando  o período de carência, determinado na bula dos defensivos, assegura que o LMR (Limite Máximo de Resíduos) seja respeitado.

Associada ao período de carência, a rastreabilidade dos produtos é importante não só para identificar culturas, lotes e áreas de produção, mas também identificar origens dos produtos em que o LMR está fora dos padrões aceitos.

Ter acesso às informações de origem e um controle efetivo dos resíduos de defensivos agrícolas são essenciais para atendimento da RDC nº 24/2015 da ANIVSA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), que recomenda a garantia de acesso às informações de produção em caso de recall de alimentos.

Faça a  Gestão de Estoque e Custos

Quando o produtor já registra os manejos e atividades de colheitas, monitora períodos de carência, atende a rastreabilidade e procedimentos de recall de alimentos – implementados e funcionando -, é hora de fazer a gestão de estoque e custos.

Veja como é fácil fazer o registro da compra de insumos e acompanhar os seus produtos em estoque com o Caderno de Campo da PariPassu:

Possuir dados sobre os insumos comprados  e informações sobre sua utilização vão ajudar o produtor a dimensionar a quantidade de materiais que precisa adquirir para atender às necessidades de suas propriedades e culturas. Lembre-se: qualquer produto parado em estoque significa também dinheiro parado!

Para isso, soluções que permitem ver de forma clara como anda seu estoque e quais são aqueles produtos de que você mais precisa, vão fornecer dados para ajudar a fazer melhores negociações com seus fornecedores, reduzir o espaço físico do seu estoque e controles de lotes e validade dos produtos utilizados.

Registar os manejos de campo otimiza os processos dentro de uma propriedade. Porém, mais do que ser um primeiro passo para a garantia de qualidade e da segurança do alimento, a gestão da produtividade agrícola eficiente é o pontapé para uma sequência de melhorias para o produtor rural.

Estas evoluções vão aos poucos aperfeiçoando os processos, estruturando uma produção controlada e organizada que valoriza o produtor rural e o torna reconhecido como um fornecedor qualificado.

+  Conteúdos Grátis

Assista este vídeo e conheça mais do Caderno de Campo.  

Para ficar por dentro das principais certificações de segurança de alimentos, baixe grátis o nosso Guia de Certificação para Segurança de Alimentos.

Deixe o seu comentário

Artigos Relacionados

  • PariPassu

    Período de Carência na Agricultura: entenda o que é e como monitorar

    continue lendo
  • PariPassu

    Grupo Hasegawa de hortaliças busca a certificação GlobalG.A.P.

    continue lendo