10 fatos que você precisa saber sobre rastreabilidade de produtos

POR PariPassu

Com o boom das soluções tecnológicas e uma sociedade mais consciente, a rastreabilidade de produtos é a única forma de identificar a origem do produto e o caminho percorrido até o consumidor final e é uma solução estratégia para o crescimento de empresas dos mais diversos segmentos.

 Mas, o que é a rastreabilidade de produtos?

A rastreabilidade é uma solução que surgiu da necessidade de saber a origem e localização de um produto na cadeia logística. Tem uma robusta capacidade de restauração do histórico de dados e localização de um produto através da impressão de números de identificação.

Por que implementar a rastreabilidade de produtos?

Porque a rastreabilidade, além de possibilitar a realização de recall de produtos com rapidez e eficácia – transparência e segurança da cadeia produtiva – colabora com a garantia da qualidade e agrega muito mais valor ao produto.

Pensando nisso, neste post apresentaremos para você 10 fatos muito importantes sobre a rastreabilidade de produtos:

1 . Inovando com a rastreabilidade de produtos

A rastreabilidade é uma solução que permite conectar todos os elos da cadeia de suprimentos, possibilitando um fluxo de informação para o todo o mercado. E com a mudança de comportamento do consumidor, inovação é uma das palavras chaves do seu negócio.

As empresas que estão na constante busca por oferecer  soluções inovadoras estarão sempre na mente de seus clientes. A rastreabilidade pode ajudar a diferenciar seu produto da concorrência e contribuir para a gestão integrada do seu negócio.


2 .  Otimização de Processos

A inspeção de qualidade de um produto ou processo, por exemplo no recebimento da matéria-prima,  pode ser realizada a partir da leitura do código de rastreabilidade, que identificará o produto que está sendo inspecionado e relacionará a sua respectiva Ficha Técnica, facilitando a aplicação de um questionário (check list) contendo critérios de qualidade previamente estabelecidos.

Além disso, o inspetor de qualidade pode inserir fotos e comentários o que permite evidenciar o resultado da inspeção e manter histórico do controle de qualidade. Com todas essas informações é possível montar indicadores de desempenho e qualidade que podem ser monitorados em tempo real para tomada de decisão mais segura.   

Todo este processo é muito importante para o gerenciamento e automação de informações estratégicas das áreas produtivas e comerciais.


3 . Agilidade e segurança em casos de recall

Ter todas as informações na mão para responder rapidamente casos de recall, se torna menos complexo quando a empresa utiliza um sistema de rastreabilidade de produtos robusto.

Em casos de recall, mais conhecido como o recolhimento de produtos, a rastreabilidade dará informações seguras identificando a origem e destinos dos produtos, além de informações mais detalhadas como por exemplo, de onde foi recebido, para onde foi enviado e por quais processamentos o produto passou, detectando em qual etapa ocorreu a não conformidade.

Não Conformidade é uma falha no processo produtivo que gera um resultado insatisfatório, provocado pelo não atendimento à um critério externo (legislações e normas, por exemplo) ou interno (procedimentos internos ou parâmetros de clientes, por exemplo).

4 . Valor agregado ao produto 

A rastreabilidade de produtos além de já ser uma realidade de mercado, reflete também um alto nível organizacional de uma empresa. Ter todos os processos otimizados, automatizados e detalhados evidencia o alto nível de gerenciamento, colocando a sua empresa como uma referência no mercado.

5 . Relacionamento com fornecedores

A rastreabilidade passa por todas as etapas da cadeia produtiva, desde sua origem, distribuição para comercialização até o consumidor final, possibilitando a comunicação entre os elos. Se destaca por ser uma solução estratégica de negócio para uma gestão de fornecedores baseada em informações de origem, inclusive esta metodologia já é adotada pelas indústrias e varejistas de diversos segmentos.

Saber quem são seus fornecedores é indispensável para todo o processo de gestão de qualidade e qualificação de um produto como o acompanhamento de pedidos e avaliação de desempenho dos fornecedores, por exemplo.

6 . Conexão com o consumidor final

Não basta ter um bom produto para se destacar no mercado em que atua, ter um ótimo processo de gestão de qualidade e seus consumidores não saberem nada disso.

É preciso desenvolver uma comunicação mais próxima com os seus consumidores. Criar conexão com o consumidor, principalmente no ponto de venda, é um ingrediente certo!

Segundo a pesquisa Point of Purchase Advertising Institute, 85% dos brasileiros optam pela compra no ponto de venda – é o momento para contar a história do seu produto e empoderar o consumidor, para que realize a sua escolha baseada em informações.

Através da rastreabilidade, o consumidor final conhece de onde vem, qual o caminho percorrido pelo produto e informações sobre o processo produtivo, diferenciais, certificações de qualidade, curiosidades, entre outras informações. 

E a cereja do bolo: por meio da leitura do código de rastreabilidade (QR Code), o consumidor pode avaliar e comentar sobre a qualidade do produto adquirido. Essas informações ficam disponíveis para que produtores, distribuidores e varejistas acompanhem a qualidade dos lotes comercializados nos pontos de venda e realizem eventuais correções, contribuindo para aumentar a confiabilidade do consumidor.

7 . Gestão de estoque

Uma boa gestão de estoque, que usa o rastreamento de produtos, agiliza os processos de envios, recebimentos dos produtos e controle dos preços de compra e venda. E, além da rastreabilidade ser eficiente na gestão de estoque, pode ser integrada às operações contábeis, como emissão de nota fiscal.

8 . Controle de qualidade

O controle de qualidade está vinculado à rastreabilidade. Inspecionar a qualidade de um produto é avaliar tecnicamente tudo que envolve a cadeia de produção.

Ter o código de rastreabilidade será fundamental para realizar a busca de histórico, monitoramento dos processos que são automatizados, agir rapidamente em casos de recall, comunicação direta com seus fornecedores, otimização de processos de gestão.

Dentro de todos esses processos se faz necessário envolver todos os colaboradores, definir quais indicadores serão coletados, controlar o desempenho de seu indicadores influenciará positivamente na qualidade de produtos e processos. Determine também quais produtos e processos impactam em sua empresa.

Um controle de qualidade eficiente fará com que seu negócio seja reconhecido pela excelência de qualidade dos seu produtos, clientes ainda mais satisfeitos com a sua marca, fidelizados e, consequentemente, maior faturamento para a sua empresa.

9 . Informação de qualidade para um produto de qualidade

Muito bem! Sua empresa inovou, otimizou processos, transformou uma não conformidade em oportunidade, criou relacionamento com seus fornecedores, se conectou com o consumidor final, seguiu todos os passos para uma gestão eficiente de estoque, contábil e financeiro e gestão de qualidade.

O próximo passo para o sucesso é fazer com que o processo de qualidade seja contínuo e detalhado, pois quanto mais informações relevantes, mais qualificado será o seu produto.

A rastreabilidade contribui não somente para a informação, mas também para o início de um processo irreversível que é o controle total de todas as etapas de um negócio.

10 . Sucesso do seu negócio

O sucesso – sólido – do seu negócio acontecerá com base em uma gestão integrada e detalhada de todas as etapas que envolvem o seu produto final.

A rastreabilidade não pode ser vista como a impressão de uma etiqueta para atendimento de compliance, porque isto é somente uma pequena fração de todo um processo de gestão da informação.

A rastreabilidade é um pilar fundamental para o domínio minucioso do negócio, permitindo enxergar detalhes que farão diferença para se manter ativo na cadeia de suprimentos.

Ou seja, não basta ter domínio dos grandes processos – produção, compra, venda, contábil – é crucial conhecer o detalhe do dia-a-dia das operações.

No médio e longo prazo, sobreviverão somente as empresas que souberem utilizar estrategicamente as informações para projetar um crescimento sustentável.

Gostou deste post? Então você também vai gostar de ler o eBook Rastreabilidade e Controle de Qualidade . Todos os conceitos e exemplos práticos que você precisa saber para gerar mais resultados para sua empresa!

 

Deixe o seu comentário

Artigos Relacionados

  • PariPassu

    O que a sua empresa ganha investindo na Gestão de Fornecedores?

    continue lendo
  • PariPassu

    A Rastreabilidade pelos olhos de José Luiz Tejon Megido

    continue lendo